Publicidade
Home  >  News Voltar

A. Lange & Söhne - SIHH 2013Grande Complicação

11 de fevereiro de 2013
Na presença ilustre de Walter Lange, a A. Lange & Söhne apresentou suas novidades no SIHH 2013, em um conferência de imprensa na qual a grande estrela foi o Grande Complicação, o relógio mais complexo já produzido pela marca alemã.


O Grande Complicação abriga, sob um mostrador branco esmaltado, o calibre L1902, o mecanismo com o maior número de complicações já produzido pela marca saxônica: grande e pequena sonnerie, repetição de minutos, cronógrafo rattrapante com totalizador de minutos e segundos fulminantes, assim como um calendário perpétuo com indicação das fases da Lua.


Um som de grande pureza

Dois gongos cuidadosamente afinados à mão produzem o delicado som da repetição de minutos ou das horas e dos quartos, automaticamente. O Grande Complicação dispõe de uma sonnerie que bate as horas como grande ou pequena sonnerie.

Como grande sonnerie, a cada quarto de hora faz soar primeiro a hora completa com o gongo mais grave e a seguir o quarto com um duplo toque em ambos os gongos. A pequena sonnerie indica os quartos com ambos os gongos com um, dois ou três toques. Para a hora inteira, faz soar o número de horas com o gongo mais grave.

A sonnerie é acionada por um dos três tambores de corda. Estes recebem corda por meio da coroa. No sentido horário, a coroa carrega os tambores do trem de rodas e do segundeiro fulminante. No sentido contrário, dá corda ao tambor da sonnerie.

Acionada a alavanca lateral da repetição, uma repetição de minutos indica a hora por meio de ambos os gongos: as horas com um som mais grave, os quartos com um duplo toque e os minutos com um tom mais agudo. Por exemplo, às 7:52 horas soam sete toques mais graves, três duplos e sete toques mais agudos.


Precisão de um quinto de segundo

O cronógrafo do Grande Complicação possui botão único com função rattrapante e segundeiro fulminante (foudroyante), função complementar pouco frequente que permite consultar com a precisão de um quinto de segundo o tempo cronometrado. Nela, o ponteiro de aço azulado do mostrador auxiliar inferior salta, com o cronógrafo em marcha, cinco passos por segundo ao redor de seu eixo. Assim, o ponteiro reproduz exatamente a frequência do balanço (2,5 Hz).

No centro do mostrador principal, o relógio dispõe de um ponteiro de cronógrafo de ouro e de um ponteiro rattrapante de aço azulado para cronometrar tempos intermédios. Ambos se põem imediatamente em marcha juntamente com o segundeiro fulminante ao se acionar o botão situado entre a 1 e as 2 horas. A cada volta completa do ponteiro central, o totalizador de minutos, situado sob as 12 horas, avança uma marca.

Acionado o botão esquerdo, entre as 10 e as 11 horas, o ponteiro do rattrapante em aço azulado para e indica o tempo intermédio, enquanto o ponteiro de ouro do cronógrafo segue avançando. Ao se acionar novamente o botão esquerdo, o ponteiro do rattrapante alcança em um salto o ponteiro do cronógrafo e segue avançando ao mesmo tempo que ele. Uma pressão no botão direito detém os quatro ponteiros do cronógrafo e, ao ser pressionado de novo, eles voltam a zero. Ambos os mecanismos são controlados, de forma precisa e segura, no estilo clássico, por duas rodas de colunas, uma para o cronógrafo e a outra para o rattrapante.


Um calendário para a eternidade

O calendário perpétuo leva em conta a diferente duração de cada mês e o 29 de fevereiro nos anos bissextos. O mecanismo deverá ser corrigido em um dia no ano 2100, que segundo a regra do calendário gregoriano não é bissexto. A duração exata de cada mês é codificada em uma roda de 48 dentes, por meio de entalhes que seguem o avanço do mês. Quanto mais profundo é o entalhe, mais curto é o mês.

Em outra particularidade do calendário, todas as indicações (à exceção da fase da Lua) avançam exatamente à meia-noite. As indicações do calendário estão situadas na altura das 3, 9 e 12 horas. O mostrador esquerdo indica a data, o superior o mês dentro do ciclo de quatro anos e o direito, o dia da semana. Na metade superior da indicação destinada ao segundeiro fulminante, o disco da Lua de ouro maciço revestido com esmalte azul reproduz com precisão a duração do ciclo de nosso satélite.


Homenagem a uma grande tradição

O Grande Complicação traz um mostrador branco esmaltado, dividido em várias partes, com numerais arábicos, minuteria "chemin de fer", assim como quatro mostradores auxiliares dispostos simetricamente. Para cada uma das cinco partes que compõem o mostrador, são necessários complicados processos de trabalho ao final dos quais se obtém um mostrador perfeitamente acabado.

No interior do exclusivo mecanismo de corda manual trabalha um escape com 18.000 alternâncias por hora. Uma homenagem especial à tradição relojoeira saxônica, fundada por Ferdinand A. Lange, é o escape de âncora de Glashütte, uma de suas primeiras invenções. A âncora e a roda da âncora são de ouro endurecido 18 quilates.

A âncora é construída de forma completamente equilibrada. Uma leve curvatura das palhetas ocultas impede uma adesão entre a roda da âncora e as palhetas. A perfeita execução desta sutil característica de construção contribuem para aumentar ainda mais a precisão do relógio. O sistema de oscilação é equipado com uma espiral fabricada "in-house". Com toda a corda, o trem de rodas dispõe de uma autonomia de 30 horas.

Todas as peças do complexo mecanismo de corda manual são produzidas segundo os mais altos critérios de qualidade da Lange e esmeradamente acabadas à mão. Todas as alavancas do cronógrafo recebem um polimento negro. Este exclusivo objeto de coleção, em uma caixa de ouro vermelho de 50 milímetros, está limitado a seis exemplares. Deste modo, o Grande Complicação não é apenas uma obra-prima perfeitamente acabada tecnicamente, mas também uma obra de arte incomum.


Grande Complicação Ref. 912.032 - Dados técnicos

Mecanismo
Calibre de manufatura Lange L1902, corda manual, decorado e montado à mão; regulação de precisão em cinco posições; platinas e pontes de alpaca natural; ponte do balanço gravada à mão; alavanca do cronógrafo polida em negro. 67 rubis, 7 chatons de ouro parafusados, diâmetro de 40,5 mm, altura de 14,2 mm, escape de âncora de Glashütte, âncora e roda do âncora de ouro 18 K

Balanço com parafusos antichoque, espiral do balanço de fabricação própria, frequência de 18.000 aph, ajuste de precisão da raquete com parafuso lateral e mola em pescoço de cisne. Reserva de marcha do trem de rodas, 30 horas; com grande sonnerie, 30 horas; pequena sonnerie, 42 horas

Funções
Horas e minutos; grande e pequena sonnerie; repetição de minutos; cronógrafo rattrapante com totalizador de minutos e segundeiro fulminante; calendário perpétuo com data, dia da semana, mês em ciclos de quatro anos, fase da Lua

Caixa
Ouro vermelho, diâmetro de 50,0 milímetros, altura de 20,3 milímetros
Cristal e fundo transparente em safira (dureza 9)
Coroa para dar corda e ajustar a hora; botão para o cronógrafo e outro para o rattrapante; alavanca para ativar e desativar a sonnerie; alavanca para trocar entre pequena e grande sonnerie; alavanca para acionar a repetição de minutos; corretores para data, dia da semana, mês e fase da Lua

Mostrador
Mostrador esmaltado dividido em cinco partes. Ponteiros em ouro; totalizador de minutos, ponteiro do rattrapante e segundos fulminantes em aço azulado

Pulseira
Couro de crocodilo costurado à mão, fecho de báscula em ouro vermelho

Preço
Cada um dos seis exemplares, a serem entregues nos próximos seis anos, terá um preço de 1,92 milhão de Euros.
 
(Imagens divulgação)
Na presença de Walter Lange, a A. Lange & Söhne apresenta suas novidades em Genebra (Fotos Carlos E. Tiburcio Ramos)
Um Grande Complicação em escala ampliada no estande da Lange

NotíciasRelacionadas

13 de janeiro de 2020
04 de fevereiro de 2019
01 de fevereiro de 2018

BRANDPARTNERS