Publicidade
Home  >  News Voltar

A. Lange & Söhne - SIHH 2011Richard Lange Tourbillon "Pour le Mérite"

30 de dezembro de 2010
A precisão acima de tudo!

O quarto modelo da manufatura alemã A. Lange & Söhne a receber a distinção "Pour le Mérite" inclui um sistema de transmissão de força por fuso e corrente, assim como um turbilhão com um mecanismo de bloqueio de segundos patenteado. A função compartilhada por estas duas grandes complicações é a de melhorar a precisão e a estabilidade das oscilações do balanço. O mostrador regulador com o seu órgão regulador exposto é uma das características fascinantes deste relógio, e foi inspirado num famoso modelo histórico.


Johann Heinrich Seyffert como fonte de inspiração

Não existirá provavelmente nenhum outro relojoeiro com mais responsabilidade no avanço da relojoaria de precisão saxônica do que Johann Heinrich Seyffert (1751-1817). Na corte real, assim como entre cientistas, os seus relógios eram muitíssimo populares. Seus conceitos de design influenciaram os mais talentosos artesãos da sua Guilda, elevando a arte da relojoaria em Dresden a um novo patamar. Em 1845, esta tendência resultou na fundação da primeira manufatura relojoeira alemã por Ferdinand A. Lange.

A lista de compradores de prestígio dos menos de cem relógios de exceção construídos por Seyffert inclui o famoso explorador Alexander von Humboldt, que para a sua expedição histórica à América do Sul adquire um cronômetro do relojoeiro. Uma aquisição que o levou a viajar especialmente a Dresden para lá aprender a arte da navegação por sextante e barômetro. De acordo com as notas de Humboldt, o cronômetro de Seyffert alcançava uma precisão de quatro a cinco segundos por dia, e quando estacionário, a sua cadência não se desviava mais do que um segundo a cada 24 horas. Mesmo hoje, passados duzentos anos, este grau de precisão é impressionante.

O regulador que Seyffert criou em 1807 é um exemplar particularmente atraente. O modelo agora faz parte da coleção do Salão de Matemáticas e Físicas de Dresden. O mostrador desta peça histórica apresenta-se com três círculos que se interceptam nas funções de indicação do tempo. No seu calibre, um mecanismo de fuso e corrente assume a responsabilidade de uma transmissão de força constante. Este relógio com o número de série 93 serviu de base para a concepção do "Richard Lange Tourbillon Pour le Mérite", o qual reflete e interpreta de forma contemporânea a ambição de Seyffert em alcançar a perfeição relojoeira, e que neste caso se traduz num regulador para o pulso integralmente dedicado à perfeição mecânica.

Os círculos sobrepostos que definem os mostradores descentrados são o elemento que atrai em primeira instância o olhar atento do conhecedor que estuda a face deste novo modelo: o grande círculo dos minutos no topo é o elemento dominante que se sobrepõe aos submostradores ligeiramente menores dedicados à medida dos segundos e das horas, respectivamente à esquerda e à direita do eixo central vertical.

O layout do mostrador tem as suas origens nos reguladores de precisão que desde o século XVIII eram usados como medidores de referência dos serviços de cronometria dos mais diversos observatórios astronômicos e também por manufaturas com o intuito de servirem para a sincronização dos relógios novos. Para evitar qualquer confusão entre os ponteiros das horas e dos minutos em condições de iluminação não ideais, estes eram colocados sobre eixos distintos sobre o mostrador. Uma disposição que contribuía também para uma maior precisão da leitura do tempo.


Uma surpresa a cada 6 horas

No "Richard Lange Tourbillon Pour le Mérite", o submostrador dos segundos foi recortado, mantendo no entanto a linha da escala dos minutos que se une ao eixo do turbilhão e à sua gaiola. A oscilação hipnotizante do turbilhão sob este espaço aberto pode apenas ser observada na sua totalidade entre as 12 e as 6 horas. Às 6 horas, um segmento de mostrador oculto com a numeração romana VIII, IX e X movimenta-se instantaneamente para ocupar o espaço da abertura e assim completar a escala horária interrompida. O movimento é gerado através de um elaborado sistema que garante o avanço do segmento de mostrador ao longo de 90º em incrementos de 6 horas, ou seja, 4 vezes ao dia. Graças a este sistema, o relógio permite uma leitura do tempo exemplar tanto durante a manhã como também durante a tarde.

Às 12 horas, o segmento de mostrador desaparece com a mesma rapidez com que surgiu, permitindo ao longo das seis horas seguintes que o turbilhão seja de novo o centro das atenções. A função deste último é a de compensar os desvios da cadência de oscilação potencialmente induzidos pelo efeito da gravidade sobre o balanço. Com um sistema de parada dos segundos patenteado, o turbilhão pode ser detido apenas através da simples ação de puxar a coroa, permitindo a sincronização perfeita e ao segundo do tempo indicado pelo relógio.

Neste Lange, a árvore do turbilhão assenta diretamente num diamante, fixo à ponte através de um "chaton" em ouro parafusado. Esta opção por um diamante em vez do tradicional rubi sintético é a marca dos lendários relógios de bolso Lange que fizeram parte da eminente categoria de qualidade "1A" e que foram produzidos entre os séculos XIX e XX.


"Pour le Mérite", uma marca de distinção

Este relógio extraordinário, com o seu atraente mostrador, assume o título "Pour le Mérite", distinção apenas atribuída a um modelo Lange em três ocasiões distintas desde 1994. O modelo faz uma alusão à Ordem de Mérito atribuída a desempenhos extraordinários nos campos das ciências e das artes, fundada por Alexander von Humboldt em 1842.

Esta honra é atribuída apenas a peças complicadas e extraordinárias da A.Lange & Söhne que incorporem o sistema de transmissão de força através de fuso e corrente. Um sistema que, através da aplicação inteligente do princípio da alavanca, equilibra a variação de forças que se produzem ao longo do tempo e que se traduzem majoritariamente num enfraquecimento progressivo da força transmitida pelo tambor de corda.

O sistema mantém assim o nível de torque num patamar de eficácia, o que se reflete numa boa e constante amplitude do balanço ao longo de toda a autonomia de 36 horas. Adicionalmente, um sistema de engrenagens planetárias assegura que a força constante aplicada se manifeste sem qualquer interrupção, mesmo quando o relógio estiver recebendo corda. A cativante vida interna desta maravilha da micromecânica pode ser admirada em detalhe através da abertura na platina de três quartos.

Com uma frequência de seis semi-oscilações por segundo, um clássico balanço com parafusos de calibragem, e uma mola espiral recalculada e manufaturada "in-house", o "Richard Lange Tourbillon Pour le Mérite" preenche todos os pré-requisitos que poderiam ser impostos a um relógio dedicado a representar o mais elevado patamar de precisão da manufatura. A caixa em platina ou ouro rosa com 41,9 mm de diâmetro protege o novo calibre de manufatura L072.1, produzido segundo os mais elevados padrões de precisão e qualidade da Lange, e totalmente isento de quaisquer compromissos. Com um diâmetro de 33,6 mm, o movimento faz um bom uso do espaço disponível. A edição estritamente limitada a 100 modelos com caixa em platina sublinha a exclusividade desta excepcional peça de colecionador.


Richard Lange Tourbillon "Pour le Mérite" - características técnicas:

Movimento:
Calibre L072.1 manufaturado pela Lange, mecânico de corda manual com transmissão por fuso e corrente; produzido segundo os mais elevados padrões de precisão e qualidade da Lange e majoritariamente decorado e montado manualmente; ajuste de precisão em cinco posições; platina de três quartos construída em prata Alemã bruta; ponte da quarta roda gravada à mão.

Nº de peças: 351 (sem corrente do fuso); peças da corrente: 636

Joias: 32, das quais uma em diamante

"Chatons" em ouro parafusados: 3

Escape: de âncora

Sistema oscilador: balanço em Glucydur com parafusos de calibragem resistente ao choque, mola espiral de qualidade superior manufaturada "in-house", frequência de oscilação de 21.600 alternâncias por hora.

Autonomia: 36 horas após carga máxima

Funções: horas, minutos, segundos, turbilhão de um minuto com bloqueio de segundos patenteado, segmento de mostrador basculante

Manuseio: através da coroa para carregar e acertar os ponteiros

Dimensões da caixa: diâmetro: 41,9 mm, altura: 12,2 mm

Dimensões do movimento: diâmetro: 33,6 mm, altura: 7,6 mm

Cristal e fundo: cristal de safira (dureza 9)


Ref. Nº. 760.032

Caixa: em ouro rosa 18 K
Mostrador: prata sólida, "argenté"
Ponteiros: em ouro rosa; ponteiro dos segundos em aço azulado
Pulseira: em couro de crocodilo costurada à mão, cor marrom
Fecho: de báscula em ouro rosa 18 K

Ref. Nº. 760.025

Edição limitada: 100 peças
Caixa: em platina 950
Mostrador: prata sólida, rodiada
Ponteiros: em ouro rodiado; ponteiro dos segundos em aço azulado
Pulseira: em couro de crocodilo preto, costurada à mão
Fecho: de báscula em platina 950
 
Richard Lange ?Pour le Mérite? na edição limitada em Platina (100 exemplares) e com o segmento basculante do mostrador das horas visível
Richard Lange Tourbillon ?Pour le Mérite? na edição não limitada em ouro rosa e com o segmento basculante do mostrador das horas oculto
O mostrador regulador do Richard Lange Tourbillon ?Pour le Mérite? inspirado no nº93 de Johann Heinrich Seyffert (1751?1817). Minutos no topo, segundos sobre o turbilhão à esquerda, horas à direita
O novo Calibre L072.1 manufaturado pela A. Lange & Söhne, mecânico de corda manual com transmissão por fuso e corrente
A ponte gravada manualmente que suporta a árvore do turbilhão e onde se pode ver o respectivo diamante de apoio fixado por um "chaton" em ouro parafusado
Imagem que ilustra o fuso e a corrente do calibre L072.1, observados a partir do verso do movimento
O Richard Lange Tourbillon ?Pour le Mérite? da Lange ao lado da sua fonte de inspiração, o nº93 de Johann Heinrich Seyffert

NotíciasRelacionadas

13 de janeiro de 2020
04 de fevereiro de 2019
01 de fevereiro de 2018

BRANDPARTNERS