Publicidade
Home  >  News Voltar

Jaeger-LeCoultreGyrotourbillon 3 Meteorite

04 de outubro de 2019
A Jaeger-LeCoultre apresenta uma nova versão do Master Grande Tradition Gyrotourbillon 3, agora com um mostrador de meteorito.


Em 2013, a Jaeger-LeCoultre introduziu o Master Grande Tradition Gyrotourbillon 3 para marcar seu 180º aniversário. Combinando uma interpretação de terceira geração do turbilhão de eixo múltiplo com um cronógrafo de indicação digital instantânea, bastante incomum, ele representa a sofisticação mecânica da mais alta ordem.

Em 2019, a nova versão do Gyrotourbillon 3 aproveita as habilidades excepcionais dos artesãos dos "Métiers Rares" da Manufatura para elevar o raro e precioso relógio a outro nível. Com vários elementos do mostrador exibindo técnicas de guilhochê, gravação e esmaltação "Grand Feu", o novo modelo apresenta a técnica artesanal raramente vista de incrustação de meteorito.


No mostrador, as intrigantes marcações geométricas do meteorito cinza-prateado são complementadas pelo brilho sutil da aventurina azul profundo e pelo brilho do esmalte Grand Feu branco puro. Essa interação harmoniosa de materiais, cores e padrões de superfície é complementada pelo calor e riqueza da caixa em ouro rosa e dos detalhes do mostrador.

Encontrado na Namíbia, o meteorito Gibeon escolhido para este relógio é uma liga de ferro-níquel com uma estrutura de cristal de octaedrita, formada pelo resfriamento do fragmento de asteroide no espaço sideral ao longo de bilhões de anos antes de colidir com a Terra em tempos pré-históricos. Os padrões geométricos abstratos das estruturas cruzadas de cristal brilham suavemente quando o material capta a luz, seu arranjo irregular torna cada fatia de meteorito sutilmente diferente de todas as outras.


Além do meteorito embutido nas pontes de prata alemã, um disco de meteorito é colocado no centro do mostrador das horas, cercado por um anel de aventurina com índices aplicados. No mostrador do cronógrafo, um disco de aventurina é circundado por um anel de esmalte Grand Feu branco, marcado com os segundos decorridos. O mostrador Dia/Noite inclui uma placa de 24 horas na qual dois semicírculos de ouro são aplicados, para dia e noite. A seção branca do dia é decorada com guilhochê feito à mão, raios de sol gravados à mão e aplicação de um sol em ouro rosa polido. A seção da noite apresenta uma lua crescente e estrelas em ouro rosa polido, colocadas em um rico fundo azul.

Assimétricos, mas perfeitamente equilibrados, esses três mostradores sobrepostos são estratificados, adicionando profundidade visual à face do relógio - apesar dos tentadores vislumbres do movimento, que irresistivelmente leva o olhar para o turbilhão enquanto ele gira no espaço, sem pontos de apoio imediatamente visíveis.


É na parte de trás do movimento que o meteorito realmente toma o centro do palco. Uma mistura animada, porém sutil, de cor e textura - parafusos azuis, rubis, o aspecto brilhante das escareadoras, das pontes e das placas biseladas e polidas à mão, e o acabamento fosco das bordas escovadas das placas de prata alemã - equilibra os padrões geométricos abstratos do meteorito, que adornam todas as placas e pontes.

Uma habilidade dominada por pouquíssimos artesãos do mundo, a incrustação de meteoritos requer um raro grau de precisão e destreza. Primeiro, o artesão deve escavar a superfície da placa ou ponte de prata alemã a uma profundidade que corresponda exatamente à espessura do fragmento de meteorito, deixando apenas um filete fino de prata alemã nas bordas. Depois que a nova superfície é polida, o meteorito deve ser colocado de maneira que suas bordas se encaixem perfeitamente dentro das complexas bordas curvas e sua superfície fique exatamente nivelada com elas para formar um plano completamente reto e unificado. É um trabalho do mais alto refinamento e precisão, medido em frações de milímetro.


Esse trabalho exigente complementa a notável precisão do mecanismo Gyrotourbillon. Excepcionalmente raro e complexo, esse turbilhão de múltiplos eixos compreende duas gaiolas, dispostas em dois ângulos diferentes, girando em direções opostas, em velocidades diferentes, com uma espiral esférica azulada batendo como um coração no centro. Na ausência de uma ponte de turbilhão, as gaiolas em alumínio escoradas do Gyrotourbillon 3 parecem estar suspensas no espaço.

O movimento a corda manual calibre 176 incorpora um cronógrafo totalmente integrado que exibe os segundos em um mostrador redondo tradicional e os minutos decorridos em um contador digital de salto instantâneo.




Master Grande Tradition Gyrotourbillon 3 - Ficha técnica

Referência Q5032441
Série limitada de 8 peças

Movimento
Movimento mecânico a corda manual, calibre Jaeger-LeCoultre 176
Regulador "Gyrotourbillon" de múltiplos eixos
Cronógrafo "monopusher" com ponteiro de segundos e contador de minutos digital instantâneo
Indicação de horas/minutos, dia/noite
Reserva de marcha de 45 horas

Caixa
Em ouro rosa, diâmetro 43,5 mm, espessura 15,8 mm
Mostrador de aventurina, esmalte branco, meteorito e guilhochê feito à mão
Fundo em safira
Estanque a 5 atm (50 metros)

Pulseira
Couro de aligátor azul, fecho de ouro rosa



www.jaeger-lecoultre.com
 

NotíciasRelacionadas

20 de julho de 2020
23 de agosto de 2019
Publicidade

BRANDPARTNERS