Publicidade
Home  >  News Voltar

MB&F - SIHH 2018MoonMachine 2 - MB&F e Sarpaneva

22 de maio de 2018
O grande destaque da MB&F no SIHH 2018 foi a nova MoonMachine 2, uma Máquina Horológica desenvolvida em parceria com o relojoeiro Finlandês Stepan Sarpaneva.




Ao contrário do que nos diz o senso comum, a luz da lua não existe. Trata-se de uma ilusão, pois a lua, assim como outros satélites e planetas como a Terra, não produz nenhum tipo de luz, apenas reflete aquela proveniente de uma estrela, como o nosso sol. De fato, a luz da lua é a luz solar projetada sobre nosso planeta após refletir em seu satélite natural.


Se há uma pessoa na qual podemos confiar plenamente para a compreensão deste conceito, esta pessoa é Stepan Sarpaneva, o relojoeiro independente Finlandês cujo trabalho converteu-se em sinônimo de visualização de fases da lua. Não é de se estranhar, portanto, que a segunda colaboração entre MB&F e Sarpaneva tenha resultado em uma criação relojoeira que ocupa o mesmo espaço impreciso da luz da lua, a meio caminho entre ilusão e realidade. A MoonMachine 2 da MB&F nos traz uma bela inovação, a primeira visualização projetada das fases da lua.


A MoonMachine 2 é abrigada na caixa da Horological Machine Nº 8, a primeira criação da MB&F que combina dois notáveis elementos de desenho das Horological Machines: o rotor em forma de machado de guerra e a visualização "head-up" vista pela primeira vez na HM Nº 5. A construção minimalista da caixa da HM8 enfatiza a natureza ilusória da projeção das horas e dos minutos e a MoonMachine 2 emprega este mesmo mecanismo para realçar o impacto visual de um pequeno disco lunar.


A projeção é feita através de um prisma óptico, que refrata as horas, os minutos e os discos lunares em suas posições planas para mostra-los como se fossem perpendiculares ao mecanismo. O prisma foi cortado de modo a magnificar as horas e os minutos em 20% para melhorar sua legibilidade, mas não aumenta a visualização da fase da lua para não distorcê-la. A caixa da MoonMachine 2 é 0,5 mm mais espessa que a da HM8 para acomodar o disco adicional da lua, e possui um botão lateral para ajustar rapidamente a visualização das fases da lua.


O rotor em forma de machado de guerra da HM8 foi transformado em uma trama radial de titânio, que lembra a linguagem visual que Stepan Sarpaneva utiliza em suas obras mais conhecidas. O painel de safira sobre o topo do motor da MoonMachine 2 foi metalizado seguindo um padrão similar e atrai a visão para o brilho do rotor de titânio escovado quando ele gira.


Existem três instâncias da lua de Sarpaneva na MoonMachine 2, imediatamente reconhecível, com seus olhos penetrantes e traços baseados no próprio rosto de Stepan Sarpaneva. Duas das luas Sarpaneva estão montadas sobre o disco lunar e se alternam para completar seus ciclos sob uma coroa solar - outro dos sinais distintivos do estilo de Sarpaneva - e indicar a fase lunar. A terceira lua está montada sobre a massa oscilante. Cada uma delas é feita de ouro com acabamento manual, um grande feito devido ao seu tamanho. As duas luas pequenas medem 4,5 mm de diâmetro e 0,35 mm de espessura, enquanto a lua da massa oscilante tem 8,5 mm de largura e 0,45 mm de espessura. O processo de acabamento manual é extremamente difícil e a taxa de erro é muito elevada, o que implica em que cada lua finalizada seja o resultado de uma sequência de operações muito delicadas.


Uma placa de ouro enquadrada por uma coroa solar, que celebra a colaboração entre Sarpaneva e MB&F, está fixada sobre o painel de safira, ao lado da coroa. Nas palavras de Maximilian Büsser, fundador da MB&F: "Nunca teríamos feito a MoonMachine 2 sozinhos e Stepan tampouco a teria criado sem nós. Mas isso é o que me atrai nas peças da coleção Performance Art: elas permitem que o universo MB&F se expanda de formas inesperadas".


A presença de Stepan Sarpaneva no projeto é algo bastante pessoal. "Max e eu somos amigos de longa data e entre nós há muita honestidade. Ele me leva a fazer coisas melhores, me propondo projetos muito estimulantes. Aqui, o objetivo era melhorar a HM8, algo nada fácil. Mas foi divertido, razão pela qual digo sim a todos os projetos com Max".


A MoonMachine 2 está disponível em três edições limitadas de 12 unidades: a primeira de titânio com luas de ouro branco e céu azul-claro, a segunda de titânio enegrecido com luas de ouro branco e céu azul-escuro e a terceira de ouro vermelho e titânio com luas de ouro vermelho e céu antracito.




A Horological Machine Nº8 e seu movimento

A Horological Machine N°8, apresentada inicialmente em 2016 em sua versão "Can-Am", é uma evolução da visualização "head-up" aplicada há cinco anos na HM5 "On the Road Again" e que mais tarde seria aperfeiçoada na HMX de 2015.


O "motor" da HM8 é um movimento compacto desenvolvido in-house e construído sobre uma base Girard-Perregaux, com um disco de horas saltantes e um disco contínuo de minutos. Os prismas ópticos fixados sobre os discos em pontos específicos capturam o tempo, refratando e ampliando os numerais para que possam ser lidos em um plano vertical. A Horological Machine N°8 foi reduzida à mínima expressão no que se refere ao revestimento exterior, não apenas para emular a estética "naked" dos carros de corrida da Canadian-American Challenge Cup, mas também para deixa-la o mais leve possível e permitir que uma máxima quantidade de luz inunde os prismas e otimize a clareza da visualização.


Outras referências de inspiração automobilística são as elegantes barras laterais de titânio com forma de barras anti-torção que flanqueiam a coroa e avançam até a parte anterior da máquina para ancorar o cilindro de visualização do tempo. Os entusiastas do automobilismo reconhecerão imediatamente os "depósitos de óleo" visíveis através dos painéis de safira situados na parte inferior da HM8: sua função não é apenas decorativa mas também funcional, pois oferecem acesso aos pivôs dos discos de horas e minutos para sua lubrificação.


As luas da MoonMachine 2


As luas de ouro da MoonMachine 2 são as menores já criadas por Stepan Sarpaneva, cujos relógios têm luas de ouro de uma média de 10 mm de diâmetro e 0,5 mm de espessura. A MoonMachine 2, em comparação, conta com uma lua de 8,5 mm de diâmetro e 0,45 mm de espessura, além de duas luas excepcionalmente pequenas de 4,5 mm de diâmetro e 0,35 mm de espessura.


As luas de 4,5 mm de diâmetro são os limites mínimos do que se pode fazer à mão: se fossem menores, os traços na sua face deixariam de ser claramente visíveis. De fato, eles são quase impossíveis de se reconhecer ao tato, mesmo para as experimentadas mãos de Stepan Sarpaneva e sua equipe. Estas dimensões eram necessárias devido às restrições da caixa da MoonMachine 2 e às tolerâncias para que coubessem sob o prisma óptico e deixassem espaço suficiente para os discos de horas e minutos.

Na média, oito de cada 10 luas eram descartadas por não obedecerem aos elevados padrões fixados por Sarpaneva e MB&F. Além disso, as pequenas luas vêm em pares, visto que cada disco lunar conta com duas delas, e deveriam ser combinadas e acabadas com perfeição.



MB&F e Stepan Sarpaneva

Em 2012 foi apresentada a MoonMachine, uma peça de "Performance Art" baseada na HM3 Frog e resultado da primeira colaboração entre MB&F e um relojoeiro, Stepan Sarpaneva. Ainda hoje, ela segue ocupando um lugar especial na coleção da MB&F.


A evolução desta colaboração é visível ao observar-se a MoonMachine 2. Embora ambas empreguem o rotor e a visualização das fases da lua como contribuição de Sarpaneva, a MoonMachine 2 representa um salto exponencial, ao converter-se em novidade mundial: é a primeira vez que a visualização das fases da lua é projetada.

A MoonMachine 2 tem um desenho realizado pelo famoso designer Eric Giroud e seu estúdio "Through the Looking Glass" e, naturalmente, Stepan Sarpaneva.


Sobre Stepan Sarpaneva


Stepan Sarpaneva nasceu em 1970 em uma família finlandesa de longa tradição no âmbito do artesanato. Filho do desenhista de joias Pentti Sarpaneva, ele foi criado para ser um artesão e desenhista de talento.

Sarpaneva graduou-se na Kelloseppäkoulu, escola finlandesa de Relojoaria, e a seguir mudou-se para a Suíça para aprofundar seus estudos no WOSTEP (Watchmakers of Switzerland Training and Educational Program). Em 1994 começou a trabalhar para diversas e prestigiosas empresas relojoeiras como Piaget, Parmigiani, Vianney Halter e Christophe Claret. Durante os 10 anos que passou na Suíça, Sarpaneva especializou-se na criação de relógios com complicações.

Seu perfeccionismo, seu entusiasmo e sua enorme paixão pela relojoaria o inspiraram a criar relógios próprios. Em 2003 fundou sua própria empresa em Helsinki, Finlândia, onde cria individualmente e de forma artesanal cada relógio em sua ateliê.

Sarpaneva conheceu Maximilian Büsser em 1999 e sua primeira colaboração se deu em 2012 com a MoonMachine, construída sobre a base da HM3 Frog. Sarpaneva foi o primeiro relojoeiro a colaborar em uma peça da coleção Performance Art da MB&F, com seu trabalho caracterizado pelo amor ao cosmos. Entre suas características mais habituais figuram a complicação de fases lunares e motivos de desenho como as estrelas e a "Korona", representação estilizada e pessoal que Sarpaneva faz do halo solar.



MoonMachine 2 - Ficha técnica

Movimento
Motor tridimensional concebido e desenvolvido pela MB&F a partir de um calibre-base Girard-Perregaux e complicação de fases da lua de Stepan Sarpaneva
Rotor automático de titânio com revestimento PVD e lua de ouro de Sarpaneva
Frequência: 28.800 aph (4 Hz)
Reserva de marcha: 42 horas
Número de componentes: 293
Número de rubis: 30

Funções/indicações
Horas saltantes bidirecionais, minutos com disco contínuo e visualização de fases lunares mediante um prisma óptico que as reflete verticalmente. Os segmentos de horas e minutos têm um aumento de 20%
As luas duplas giram sob uma coroa solar e são corrigidas mediante um botão

Caixa
São três edições limitadas de 12 peças cada uma:
- Caixa de titânio natural, faces da lua de ouro branco, céu azul-claro;
- Caixa de titânio negro, faces da lua de ouro branco, céu azul-escuro;
- Caixa de titânio e ouro vermelho, faces da lua de ouro vermelho, céu antracito.
Dimensões: 49 x 51,5 x 19,5 mm
Número de componentes: 59
Estanqueidade: 3 atm/30 metros
Todos os cristais de safira - frente, verso, anterior e posterior - contam com um tratamento antirreflexos em ambas as faces. A platina superior tem um metalizado especial

Pulseira
Versão de titânio: aligátor negro com costura azul-claro feita à mão e fecho de báscula de titânio;
Versão de titânio negro: aligátor negro com costuras azul-escuro feita à mão e fecho de báscula de titânio,
Versão de ouro vermelho: aligátor negro com costura cinza feita à mão e fecho de báscula de titânio e ouro vermelho

Preço
88.000 Francos Suíços em titânio, 95.000 em ouro vermelho, sem impostos


Artigo originalmente publicado na Revista Pulso ed. 115, Mar/Abr 2018
 

NotíciasRelacionadas

04 de maio de 2018
23 de fevereiro de 2018
11 de dezembro de 2017
Publicidade

BRANDPARTNERS