Publicidade
Home  >  News Voltar

Louis Moinet - Baselworld 2016Sideralis

10 de maio de 2016
Com Sideralis, a Louis Moinet convida para uma viagem técnica e poética pelo Cosmo.

O modelo, apresentado em Baselworld 2016, combina dois turbilhões volantes de grande dimensão, girando em direções opostas, a uma complicação que exibe os planetas Marte, Mercúrio e a Lua.


As gaiolas medem 14,9 mm cada uma, o que faz com que, segundo Jean-Marie Schaller, CEO da Louis Moinet, este seja o maior conjunto de dois turbilhões já criado. Os dois turbilhões giram em direções opostas, o que, segundo a marca, não se deve apenas a razões estéticas; a rotação em oposição fornece a energia necessária pela complicação Sideralis.


Pela primeira vez, uma complicação é conduzida por um duplo turbilhão: um mostrador de horas, na posição das 12, compreendendo dois discos, um sobre o outro. O disco de cima apresenta uma pequena pintura feita à mão. Esta pequena obra representa o universo e suas constelações e planetas, pintados um a um sobre um fundo sideral escuro. A animação completa uma rotação no sentido horário a cada 60 segundos. Neste disco superior existe uma abertura circular, através da qual podem ser vistos os planetas e a lua pintados no disco inferior, parecendo girar na direção oposta na mesma velocidade.


Através da abertura, o disco inferior revela Marte, a Lua e Mercúrio em sucessão. "Estes três corpos celestes não foram escolhidos ao acaso," diz Jean-Marie Schaller. "Cada uma das três micro-pinturas inclui pó genuíno do corpo em questão: um fragmento de Marte, poeira lunar, e fragmentos extremamente raros da Pedra de Roseta, cujo nome científico é Saara 99555. Esta pedra viajou pelo universo para chegar até nós: é a mais antiga conhecida pela humanidade, tida pela comunidade científica como procedente de Mercúrio e ter quatro bilhões e meio de idade. Fragmentos de meteoritos de Marte, da Lua e Saara 99555 também aparecem no disco inferior, entre os planetas, flutuando no cosmos, ou incluídos em uma estrela cadente pintada à mão."


O duplo turbilhão invertido, impulsionando uma exclusive complicação, é uma inovação inédita, com duas patentes solicitadas para protege-la. O calibre Sideralis também é totalmente exclusivo para a Louis Moinet. O mostrador pintado à mão em aventurina combina com o universo representado no disco do tempo. Sideralis possui uma caixa em ouro branco de 47,4 mm e é uma edição limitada de apenas 28 peças.

Louis Moinet Sideralis - Ficha técnica

Movimento
Calibre LM46, exclusivo e patenteado duplo turbilhão com mecanismo sideral animado
Corda manual, frequência 21.600 aph (3 Hz), 36 rubis, 72 horas de reserva de marcha
Indicação de horas e minutos

Caixa
Ouro branco 18 K, 47,4 mm de diâmetro
Estanque a 30 metros

Pulseira
Couro de aligátor, fecho de báscula em ouro
 

NotíciasRelacionadas

10 de abril de 2017
01 de agosto de 2016
14 de dezembro de 2015
Publicidade

BRANDPARTNERS