Publicidade
Home  >  News Voltar

Christophe Claret - Basel 2016X-TREM-1 em Aço Damasco

02 de maio de 2016
Christophe Claret apresentou em Baselworld 2016 uma belíssima versão de seu modelo X-TREM-1, agora com caixa em aço damasco, em duas edições limitadas de 8 peças.


O X-TREM-1 é um modelo que traz um turbilhão volante inclinado em 30°, montado sobre uma platina curvada de titânio, dotado de um sistema de indicação retrógrada de horas e minutos que difere radicalmente dos padrões da relojoaria. Duas pequenas esferas ocas de aço, isoladas em tubos de safira colocados à esquerda e à direita da carrura, se movem como que por magia, sem nenhuma conexão mecânica, graças a campos magnéticos.


Ávido estudioso da história, Christophe Claret considerou interessante fabricar a caixa do X-TREM-1 - o modelo mais inovador e contemporâneo de sua coleção - com aço damasco produzido por métodos ancestrais. Este material foi produzido pela primeira vez no Cáucaso ao redor do ano 2500 A.C., pouco após o descobrimento do ferro, e depois se estendeu pela Europa e Ásia.


Completamente esquecido durante a Idade Média, o aço damasco foi redescoberto pelos cruzados. Durante muito tempo, as armas com lâminas damasquinas, extremamente afiadas, foram consideradas as melhores do mundo. Após um período de abandono, este tipo de aço ressurgiu no período napoleônico e foi utilizado na fabricação de armas em meados do século XIX. O material era empregado de forma consistente na Ásia, e os guerreiros japoneses fabricavam suas espadas katana com ele, combinando a flexibilidade da lâmina com uma borda afiada muito dura. Sua resistência no combate lhes conferia uma vantagem tática considerável sobre seus oponentes.


Tradicionalmente, o aço damasco é produzido unindo-se, lâmina a lâmina, dois tipos diferentes de aço inoxidável. Após uma série sucessiva de forja e dobra, o resultado é um pedaço de metal que pode estar composto por vários centenas de camadas. Esta liga, de altíssima qualidade e de elaboração extremamente técnica, possui excelentes propriedades: estrutura homogênea, altíssima pureza e extrema resistência à corrosão e a impactos. No X-TREME-1, os aços utilizados são o 316L e o 304L. Dificuldade adicional consistiu em introduzir ouro ou cerâmica no acero damasco para a indicação do tempo, assim como usinar a complexa caixa a partir de um material tão resistente.

O modelo será produzido em duas versões: ouro branco e aço damasco com indicação da hora em cerâmica negra, e ouro vermelho 5N e aço damasco com indicação da hora em ouro vermelho. Cada uma delas será uma edição limitada de 8 peças, a um preço de 272.000 Francos Suiços (ouro branco) e 268.000 Francos Suiços (ouro vermelho), sem taxas.




Para mais informações sobre o X-TREM-1 e seu fabuloso movimento, recomendamos a leitura do artigo abaixo:

Christophe Claret X-TREM-1
 

NotíciasRelacionadas

05 de fevereiro de 2018
20 de março de 2017
11 de janeiro de 2017
Publicidade

BRANDPARTNERS