Publicidade
Home  >  News Voltar

HublotHublot apresenta o Magic Gold

20 de dezembro de 2011
A Hublot apresenta novas ligas para a relojoaria e a joalheria com a colaboração da EPFL

Na quinta-feira, 15 de dezembro, Jean-Claude Biver, presidente da Hublot, e Andreas Mortensen, professor da EPFL (Escola Politécnica Federal de Lausanne), apresentaram, nas instalações do departamento de Metalurgia da manufatura Hublot, em Nyon, inovações capazes de transformar as características de materiais preciosos e permitir a criação de novas ligas para o indústria da Alta Tecnologia.



Trata-se de uma verdadeira "fusão" entre o ouro 24 quilates (material nobre por excelência, produto da natureza), e os mais avançados conhecimentos "high-tech" sobre os materiais.

Após quase três anos de colaboração e pesquisas, este é o resultado: um ouro inédito, patenteado, nobre e intitulado 18 quilates pelo Gabinete de Controle de Metais Preciosos, conferindo ao precioso metal uma quase inalterabilidade, que conserva sempre suas próprias qualidades.

Assim, o ouro 18 quilates da Hublot é o primeiro do mundo à prova de risco, o que elimina o tradicional ponto fraco desse metal e suas ligas.

A dureza é a propriedade que mede a resistência dos materiais ao risco; duplicar a dureza de um material é, portanto, duplicar a força necessária para submetê-lo ao risco.

Enquanto o ouro 18 quilates "padrão" bem elaborado pode atingir 400 Vickers de dureza, o ouro da Hublot tem uma dureza próxima a 1000 Vickers (a maior parte dos aços temperados atinge 600 Vickers).

Desse modo, a Hublot pode orgulhar-se de ter desenvolvido o ouro mais duro do mundo, e de longe: somente o diamante seria capaz de "riscar" o ouro Hublot.

Para a elaboração desse metal inovador, seus componentes seguem um processo complexo: primeiro um pó de carbeto de boro ganha forma através de prensagem isostática a frio em moldes que se aproximam da forma final das peças, como caixas de relógios, pulseiras, anéis, etc.

Essa cerâmica, que está entre as mais duras que existem, também é muito refratária: as pré-formas são a seguir endurecidas a uma temperatura altíssima, criando uma estrutura rígida e porosa, sem modificar sua forma. Após essa operação, o ouro líquido fundido é infiltrado a uma pressão muito alta.

Essa operação é feita sob pressão de gás inerte, a uma temperatura e pressão suficientemente elevadas para que o metal fundido encha os poros da cerâmica, realizando a "fusão" de ambos em um único e novo material.

O Magic Gold 18 quilates assim obtido compõe-se, como qualquer liga de 18 quilates, de 750 partes por mil de ouro puro. Porém, graças à presença da cerâmica, ele é à prova de risco, ao contrário do ouro 18 quilates tradicional.

A Hublot já superou o estágio experimental desse novo ouro, sendo capaz de produzi-lo inteiramente em sua manufatura, em uma verdadeira fundição "high-tech" que integra procedimentos como a sinterização das cerâmicas refratárias ou a fundição de metais sob alta pressão. Os primeiros relógios elaborados com o Magic Gold serão apresentados na Feira de BaselWorld 2012.
 

NotíciasRelacionadas

21 de outubro de 2018
10 de agosto de 2018
07 de junho de 2018

BRANDPARTNERS