Publicidade
Home  >  News Voltar

MontblancEntrevista com Jérôme Lambert

11 de dezembro de 2015
Durante o SIAR 2015 tivemos um encontro com Jérôme Lambert, CEO da Montblanc, em um momento muito especial para a marca: o lançamento da coleção Montblanc 1858.



Jérôme Lambert assumiu a posição de CEO da Montblanc em 2013, e desde então tem liderado a marca de origem alemã com grande sucesso em todas as suas áreas de atuação.

Na relojoaria, a sua gestão tem se caracterizado pela oferta cada vez maior de modelos com complicações a preços acessíveis, um fato notável se considerarmos a constante elevação dos preços pelas marcas de luxo nos últimos anos.

A Montblanc foi o grande destaque do SIAR 2015, ao lançar uma nova coleção que inclui um modelo com movimento Minerva e caixa em aço, a peça usada por Jérôme Lambert durante a nossa entrevista!




R&R: Percebo que o Sr. está utilizando uma grande novidade Montblanc...
JLa: Sim, é o novo cronógrafo da Coleção 1858, com movimento Minerva.

R&R: Este modelo possui mostrador azul...
JLa: Sim, trata-se de uma edição limitada especial para a América Latina, com mostrador azul e caixa em aço. Até o final do ano, ele será vendido apenas neste mercado. É uma peça muito especial, pois é a primeira vez que a Montblanc produz um modelo com movimento Minerva e caixa em aço. Até agora, havia apenas relógios com caixa em materiais preciosos.

R&R: E com relação ao modelo com mostrador preto?
JLa: De fato, são duas edições limitadas de 100 peças, uma em ouro rosa e mostrador preto e a outra para a América Latina, com mostrador e pulseira azul e a inédita caixa em aço.

R&R: Observamos que a coleção também possui um modelo com três ponteiros.
JLa: O modelo com três ponteiros utiliza um movimento de relógios de bolso a corda manual.

R&R: É um movimento de manufatura Montblanc?
JLa: Não, o modelo tem um preço abaixo de 3000 Euros, para um outro público, não poderíamos utilizar um movimento de manufatura. Como o modelo tem 44 mm de diâmetro, precisávamos de um movimento grande, a corda manual, de relógio de bolso, então usamos um movimento base ETA 6498.

R&R: O cronógrafo tem apenas um botão, não é?
JLa: Sim, é um cronógrafo "monopusher", com um movimento belíssimo, que pode ser apreciado através do fundo transparente. É interessante notar como ele é parecido com o movimento do modelo de 1930, que o inspirou.



R&R: Qual o motivo do SIAR ter sido escolhido para o lançamento da nova coleção?
JLa: Nós sabemos que este tipo de relógio com desenho clássico é muito procurado em toda a América, e o SIAR, no México, é uma plataforma muito importante para atingir este público.

R&R: A Montblanc pretende lançar edições especiais da coleção para outros continentes?
JLa: Não, a América Latina tem a exclusividade deste modelo por enquanto, depois ele será apresentado ao restante do mundo durante o SIHH, em Janeiro. A nova coleção deve chegar ao mercado a partir de Novembro. No Brasil, devido à logística mais complicada, esperamos que chegue antes do Natal.

R&R: Quais os preços da nova coleção?
JLa: Para cronógrafo em aço, 24.000 euros; em ouro, 30.000 euros. O modelo com três ponteiros, 2.900 euros. São preços muito competitivos, mas, muito mais do que preço, temos por objetivo oferecer aos clientes cada vez mais conteúdo, novas funções e complicações, com uma construção e acabamento cada vez melhores. Todos os modelos acima de 10.000 euros deverão ter movimentos de manufatura, e nos modelos abaixo deste valor, procuramos oferecer novos módulos com funções originais.



R&R: Observamos que a Montblanc trouxe para o SIAR os novos modelos recentemente lançados no Watches & Wonders, em Hong Kong.
JLa: Sim, trouxemos o Calendário Perpétuo em mostrador de safira fumê, que é um belo modelo em ouro rosa, de construção bastante sofisticada, com um excelente valor de 20.000 euros. Temos também o Geosphères NightSky, que já era um fantástico produto, e esta nova versão é hipnótica! O novo Vasco da Gama aço e ouro combina forte presença e elegância.

R&R: O novo Vasco da Gama Exotourbillon com diamantes também impressiona...
JLa: Sim, o Vasco da Gama Exotourbillon foi um grande sucesso e esgotou-se rapidamente, então lançamos a nova versão com aro engastado, limitada a 25 peças.

R&R: Observamos que a Montblanc tem um novo catálogo...
JLa: O ano de 2015 foi de muita criatividade para a Montblanc, e com os lançamentos do W&W e SIAR, além dos novos modelos femininos Bohème, decidimos editar um catálogo com a coleção de Outono.

R&R: Que mensagem o Sr. gostaria de deixar para os seus clientes?
JLa: Sabemos que atualmente as pessoas são muito bem informadas sobre relógios, então buscamos oferecer mais do que elas esperam, com modelos com mais conteúdo, diferentes funções e um excelente valor. Buscamos difundir cada vez mais a nossa criatividade e a paixão pela relojoaria. Nossos clientes podem sempre esperar por novas surpresas vindas da Montblanc.

Muito obrigado pelo seu tempo e atenção!
JLa: Eu é que agradeço. E acredite na criatividade!
 

NotíciasRelacionadas

15 de janeiro de 2018
14 de dezembro de 2017
04 de dezembro de 2017
Publicidade

BRANDPARTNERS